Shopping Catuaí Palladium oferece estacionamento gratuito

O novo Shopping teve suas portas abertas nesta sexta-feira (10) com a presença dos empreendedores dos Grupos Catuaí e Tacla, lojistas, autoridades, imprensa e um grande público desde às 14 horas. No período da manhã, os lojistas foram recepcionados pelos empreendedores com um café da manhã exclusivo para os convidados do evento. Na ocasião foi realizado o sorteio de dois pacotes de viagens (Miami e Paris) para os lojistas que inauguraram suas lojas neste dia 10 de junho. O casal Igor Cardoso e Cinthia Andrade, do Cariri Bistrô, ganhou a viagem para Paris. Os lojistas Taiwan Fernando Gerhardt e Margareth Krauser ganharam a viagem para Miami.

 

Nas primeiras horas de funcionamento já era grande a movimentação nas lojas, praça de alimentação e nos dois pisos do mall. Os visitantes formam recepcionados com o cortejo dos artistas de Curitiba e Guarapuava, da Felchak Produções, com elegância, música, teatro e dança. A energia foi contagiante envolvendo o público e os lojistas.

Sobre o Catuaí Palladium

Com investimentos de aproximadamente R$ 350 milhões, o empreendimento tem 90 mil metros quadrados de área construída em dois pisos. Com o mais completo mix de lojas em todos os segmentos, arquitetura do Shopping Catuaí Palladium é dedicada ao conforto dos seus frequentadores e à total funcionalidade para os lojistas. O projeto arquitetônico, desenvolvido por Manoel Dória, e de iluminação, pelo renomado lightdesigner Theo Kondos, são inovadores no conceito de sustentabilidade, valorizando a iluminação natural do ambiente e a diversidade de atrações para que seja sempre um prazer passar mais tempo no Shopping.

É o primeiro shopping do Brasil a implantar o sistema de cancelas da SKI DATA, importadas da Áustria, e uma área exclusiva com vagas de cadeirante e idoso, todas cobertas, mais seguras e com elevador para os dois pisos de mall. A área destinada ao estacionamento de ônibus e vãs de turismo possui embarque e desembarque de passageiros com todo o conforto. Outro benefício para o público é que temporariamente o estacionamento será gratuito.

Entre as grandes marcas que compõem as opções de compra e entretenimento do complexo estão o Cinemark, com seis salas de cinema com projeção 3D, Lojas Renner, Riachuelo, Le Lis Blanc, For Boys For Girls, Polo Wear, Jump Mania, Studio Z Calçados, Toni Toys, Livrarias Curitiba, Burger King, Magic Games e muito mais. A praça de alimentação, com 20 opções de fast-food, será um diferencial do Shopping com quase 1.000 lugares e pé direito de 14 metros de altura, além de uma bela vista panorâmica com iluminação natural.

Horário do Shopping Catuaí Palladium

O Shopping Catuaí Palladium está localizado na Avenida das Cataratas, principal corredor turístico próximo da aduana Argentina. Confira o horário de funcionamento:

Praça de Alimentação, Restaurantes e Lazer
Segunda a Domingo das 11h às 23h

Lojas
Segunda a Sábado das 10h as 22h
Domingos e Feriados das 14h às 20h

Estacionamento
Gratuito

Assessoria

 

Itaipu é a segunda principal atração turística do país, segundo TripAdvisor

 

Um levantamento feito pelo site TripAvisor, maior site de viagens do mundo, trouxe os dez principais destinos turísticos brasileiros. O ranking Travelers’ Choice Atrações, é elaborado a partir das mais de 200 milhões de avaliações feitas pelos usuários do próprio site.

Em primeiro lugar, o ranking traz o mais conhecido ponto turístico do Brasil, o Cristo Redentor, no Morro do Corcovado, em meio a Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro. Construído em 1932, a estátua é uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Em segundo lugar está o complexo turístico da usina hidrelétrica de Itaipu, entre as cidades de Foz do Iguaçu, no Brasil e Hernandarias, no Paraguai. A maior geradora de energia do planeta acabou de completar 42 anos de construção e 32 anos de geração de energia. Desde o início da visitação turística, Itaipu já recebeu 2 milhões de visitantes e é considerada uma das Maravilhas do Mundo Moderno.

Em terceiro lugar aparece a Catedral Metropolitana de Brasília, seguida da Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, em Gramado e a Catedral de Pedra, em Canela.

Em sexto lugar está o Teatro Amazonas, em Manaus, seguido d Centro Cultural Banco do Brasil (7) no Rio de janeiro. Praça da Liberdade (8), em Belo Horizonte. Santuário Dom Bosco (9) em Brasília. Igreja de São Francisco (10) em Salvador.

Fonte : radiocultura

Foz terá o maior congresso de medicina do trabalho da América

Foz terá o maior congresso de medicina do trabalho da América
Solenidade de abertura contará com apresentação do Coral de Itaipu e da cantora lírica internacional Carmen Monarcha
 
Começa no próximo sábado, 14, em Foz do Iguaçu, o 16º Congresso Nacional da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT), considerado o maior evento técnico da medicina do trabalho da América Latina. O congresso, realizado a cada três anos, tem patrocínio da Itaipu Binacional e segue até quinta-feira, 19, no Hotel Recanto Cataratas, tendo como tema “Saberes e Competências necessários para o Cuidado da Saúde dos Trabalhadores”.
 
A solenidade oficial de abertura será no domingo, 15, às 19h30, na Sala Sonata, com apresentação do Coral de Itaipu e da cantora lírica internacional Carmen Monarcha. Durante a semana, estão previstas participações de alguns dos maiores especialistas do Brasil e do exterior no segmento, entre eles, palestrantes da Itália, Espanha, Portugal, Reino Unido, Dinamarca, México, Peru e Argentina.
 
 
 
A programação inclui ainda o lançamento do Filme “Fernandas”, documentário voltado à inclusão das pessoas portadoras de deficiência. O presidente da ANAMT, Zuher Handar, avalia que o evento representa uma oportunidade de reflexão e troca de experiências sobre o exercício da especialidade, sobretudo neste momento de transformações no mundo do trabalho.
 
“O tema [do congresso] é um convite a todos os especialistas sociais preocupados com a saúde do trabalhador interessados no repensar de suas ações”, diz Handar, em mensagem aos participantes. “Tanto no que tange a articulação de saberes e competências, quanto na postura ética de atuação na prática das ciências que buscam os cuidados dos sujeitos envolvidos no trabalho”, completa.
 
A gerente da Divisão de Medicina do Trabalho de Itaipu, Fernanda Cabral Schveitzer, destaca que neste ano o congresso propõe – em suas oficinas, painéis e simpósios – extrapolar a visão de que a saúde do trabalhador é responsabilidade apenas do profissional da saúde.
 
“Teremos simpósios sobre saúde pública, equidade de gênero, inclusão social, entre outros assuntos. São temas que, somados, têm impacto no bem estar do trabalhador”, avalia. “É um novo olhar, e a programação do congresso reflete isso.”
 
A Itaipu vai participar do evento com dois trabalhos. Um deles é o pôster “Queixa de zumbido em trabalhadores expostos e não expostos a níveis de pressão sonora elevados”. O pôster ficará exposto em todos os dias do congresso, no saguão do hotel. Na segunda-feira, 16, às 16h30, a enfermeira do trabalho Denise Peres estará no local representando os autores, para apresentar e discutir o tema com o público.
 
Na quarta-feira, 18, às 15h25, a enfermeira do trabalho Ana Simone Dernis  vai falar sobre os resultados de um programa de qualidade de vida no gerenciamento de doenças crônicas de trabalhadores em empresa de geração de energia, desenvolvido por um grupo de empregados da binacional.
 
Itaipu terá ainda um estande no congresso, com oito painéis apresentando ações da empresa que contribuem com a saúde no trabalho – como o Programa Reviver, Comitê de Pessoas Com Deficiência, Comitê de Equidade de Gênero, Programa Força Voluntária, GT Itaipu Saúde, entre outros. O estande estará aberto de segunda a quarta-feira, com empregados para atender o público nos intervalos do congresso.
 
Risco de pandemia - Dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) revelam que, anualmente, cerca de 270 milhões de acidentes de trabalho ocorrem em todo o mundo. Diariamente, são perdidas sete vidas, sendo dois trabalhadores incapacitados a cada hora. O Brasil é o quarto colocado mundial em número de acidentes fatais do trabalho, somando 700 mil vítimas ao ano, com registro de cerca de três mil mortes e 16 mil casos de incapacidade.
 
Outros indicadores da OIT comprovam que mais de 2 milhões de pessoas perdem a vida ao ano devido a enfermidades ocasionadas por acidentes laborais. Ao todo, R$ 10 bilhões são gastos por ano com encargos previdenciários no Brasil.
 
Os números apontam também que cerca de 4% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial (2,8 trilhões de dólares) são perdidos, por ano, em custos diretos e indiretos devido a acidentes de trabalho e doenças relacionados ao trabalho. 
 
Zuher Handar afirma que, como resposta a esses indicadores, o Congresso da ANAMT tem a pretensão de “intervir com efetividade, a fim de contribuir para valorizar e ampliar a visibilidade da Medicina do Trabalho e facilitar o desenvolvimento de competências técnicas, éticas e culturais que fundamentam as práticas cotidianas do Médico do Trabalho no cuidado da saúde do trabalhador”.
 

Foz do Iguaçu esta na lista dos Melhores Destinos do Brasil

A cidade de Foz do Iguaçu, no extremo Oeste do Paraná, já figura na lista dos Melhores Destinos do Brasil. Ela também consta com um empreendimento entre os Melhores Hotéis do país. E, agora, é também o nome que mais aparece na lista dos 25 Melhores Hotéis para Família no Travellers’ Choice 2016 (escolha do viajante, em tradução livre). O ranking aponta anualmente os vencedores com base no feedback de milhares de membros do TripAdvisor.

Se figurar em uma lista de escolhidos já é motivo de orgulho, ter quatro nomes entre os melhores é uma grande demonstração de um trabalho bem desenvolvido. Até porque, os prêmios do Travellers’ Choice selecionam não apenas escolhas populares, mas aquelas excepcionais, que fazem com que os viajantes voltem mais de uma vez. Aparecer na seleção é prova de estar agradando seus visitantes.

A lista com os 25 Melhores Hotéis para Família no Brasil, apresenta representantes de 21 cidades em todo o país. Apenas Foz do Iguaçu aparece mais de uma vez, com o Hotel Del Rey, Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, Bourbon Cataratas Convention & Spa Resort e Mabu Thermas Grand Resort.

O diretor Executivo do Iguassu Convention & Visitors Bureau, Basileu Tavares, comenta a alegria que é ter esses estabelecimentos como mantenedores associados da entidade. “Como entidade estamos sempre falando que o Destino Iguaçu é um dos locais mais preparados para receber visitantes de eventos e lazer. Poder apresentar a cidade constantemente em listas como essas, corrobora com aquilo que levamos em nossas apresentação e treinamentos, e faz com que cada vez mais recebamos um volume maior de turistas.”

“Para constar na lista do TripAdvisor, esses estabelecimentos demonstraram muito mais que um bom serviço a seus hóspedes. Certamente, um carinho e um bem receber, os colocou entre os melhores no patamar que quem mais importa

Pai da Aviação terá um museu em Foz do Iguaçu

 

Horário dExatamente no dia em que se comemora o centenário da passagem de Alberto Santos Dumont por Foz do Iguaçu, foi lançada a proposta de criação de um museu que lembre este fato histórico. A ideia é que o Museu Santos Dumont seja instalado no terreno do Grêmio Recreativo e Social de Foz do Iguaçu (Gresfi), que ocupa as instalações do primeiro aeroporto da cidade.

Em solenidade que reuniu a diretoria do Gresfi e representantes da Gestão Integrada do Turismo, neste sábado (23), foi também lançado o livro “A virada do século – Nas asas da história”, do jornalista Chico Alencar, que resgata a visita de Santos Dumont e destaca sua participação decisiva para a desapropriação da área das Cataratas do Iguaçu, então pertencentes a um particular, para a criação de um parque.

História de Foz

Além do Museu Santos Dumont – “ideia que já vem sendo acalentada há muito tempo” -, a proposta apresentada pelo superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla, prevê também a criação de um museu que registre a história do primeiro aeroporto e também resgate aspectos da história do município.

Uma das primeiras tarefas será conseguir que a sede do Gresfi, construída em 1941, seja tombada como patrimônio histórico, primeiro pelo município e depois por outras instâncias. A área total do Gresfi, incluindo a ocupada por uma concessionária, é de cerca de 17 mil metros quadrados, dos quais mais de 3.500m² são construídos.

O projeto será detalhado pelo Fundo Iguaçu, mas Piolla adiantou que o Museu Santos Dumont, em prédio que será construído, deverá ter réplicas das invenções do “Pai da Aviação”, como o 14 Bis e o Demoiselle, enquanto a atual sede do Gresfi será o museu da cidade, com espaço para exposições. Haverá, ainda, ambientes tematizados, como um bar ou restaurante dentro de uma aeronave antiga, entre outras ideias.

Apoio

“O projeto é um anseio da família militar e da sociedade iguaçuense”, disse o presidente do Gresfi, Élio Simonetto, lembrando que as diretorias anteriores já sonhavam com a criação de um museu. Em 2001, a proposta de criar um espaço de preservação histórica no Gresfi chegou a ser documentada, com assinatura de autoridades e de representantes do setor turístico, mas não se concretizou.

O presidente do Iguassu Convention & Visitors Bureau, Altino Voltolini, disse que, quando concretizado, o projeto criará mais um atrativo turístico, capaz de garantir mais tempo de permanência de visitantes. Carlos Silva, presidente do Fundo Iguaçu e do Sindhotéis, afirmou que o novo espaço “vai contribuir para manter o turista pelo menos por mais um dia” no destino.

O livro

A propósito do livreto “A virada do século – Nas asas da história”, Chico de Alencar disse que se baseia na entrevista da pioneira Elfrida Engel Rios, testemunha da visita de Santos Dumont. O inventor ficou hospedado no primeiro hotel da cidade, que pertencia ao pai dela, Engel.
“Só tive o trabalho de transcrever a entrevista de Elfrida”, disse Chico, feita em 1979, quando ela, aos 79 anos, ainda atendia os fregueses de sua loja, a Casa Jacy. A entrevista foi publicada pela primeira vez naquele ano no “Guia de Turismo de Foz do Iguaçu”, a primeira publicação do gênero, na cidade.

(Itaipu Binacional)

 

E inverno: Brasil e Paraguai voltam a ter uma hora de diferença

Desde sábado (26) o Paraguai voltou a ter uma hora de diferença em relação ao horário brasileiro. um decreto do governo paraguaio autorizou que a hora fosse atrasada em um hora, adequando todo o país ao horário de inverno.

A medida cumpre uma recomendação da Administração Nacional de Eletricidade (Ande), considerando o aproveitamento da energia elétrica em relação com a luz solar, que influencia na demanda do Sistema Interconectado Nacional (SIN). Ou seja, a população poderá usar mais a luz natural e o sistema elétrico economizar energia. O Paraguai volta a mudar a hora em outubro.

Três Fronteiras

Para os moradores de tríplice fronteira, a mudança de horário vai além da adaptação do corpo em relação ao tempo. Com a diferença dos ponteiros, comerciantes e compristas precisam prestar atenção no horário cada vez que cruzam a fronteira.

Brasil x Argentina

Com o fim do horário brasileiro de verão, o Brasil e a Argentina passaram a ter o mesmo horário, sendo que o país vizinho não adota a mudança. Ou seja, para quem sai de Foz do Iguaçu e cruza a Ponte Internacional Tancredo Neves, para chegar em Puerto Iguazú, estará com o ponteiro do relógio girando na mesma direção dos hermanos.

Brasil x Paraguai

Desde o dia 21 de fevereiro, com o fim do horário brasileiro de verão, os relógios no Brasil e no Paraguai estavam marcando o mesmo horário. Mas com o início do horário de inverno no Paraguai, na última sexta-feira (26), o Brasil está uma hora à frente dos vizinhos. Ou seja, quando no Brasil forem 12 horas, no Paraguai serão 11 horas.

Com a diferença de horário, a usina hidrelétrica de Itaipu, que fica entre os dois países, precisa adotar um esquema especial de trabalho.


 

Itaipu apagará as luzes da barragem pela Hora do Planeta

 

Neste sábado (19), a Itaipu Binacional – a maior geradora de energia limpa e renovável do planeta – não acenderá as luzes externas da barragem para os turistas. O atrativo será suspenso por uma boa causa, com a WWF na campanha ‪#‎HoradoPlaneta‬.

A iniciativa simbólica pede aos povos do mundo todo que apaguem suas luzes por uma hora nesta data. A ideia é alertar para o aquecimento global e lembrar como podemos usar a energia de forma consciente por um mundo melhor.

Participe! Apague suas luzes das 20h30 às 21h30

Rádio Cultura

 

 

Onça Teca ganha mais espaço no Zoo Bosque Guarani

A onça Teca chegou ao Zoo Bosque Guarani vindo por empréstimo do Refúgio Biológico Bela Vista da Itaipu Binacional.  Teca já se tornou a maior atração para os  180 mil visitantes que passaram pelo local no ano de 2015.

Atualmente ela ocupa um espaço de 109 metros quadrados no recinto que recebeu um painel temático que mostra a Mata Atlântica, – seu habitat natural com uma queda d’água e tanque para se banhar -, além de troncos, piso de areia e local para descanso.

A partir desse final de semana ela vai contar com o dobro de espaço físico, para circular, após a reforma e abertura de um túnel que unirá dois recintos, onde ela vai poder desfrutar de mais um tanque com água e grama no piso, podendo assim escolher o melhor ambiente para estar durante os dias quentes do verão.

Desta forma os técnicos poderão observar o comportamento do animal e programar equipamentos de enriquecimento ambiental. Com isso é possível quebra o estresse de cativeiro, que é comum em animais que vivem em recintos. Na natureza uma onça-pintada necessita de pelos menos 25 km quadrados para estabelecer seu território de caça e atividade reprodutiva.

Infelizmente os habitat desses animais estão sendo destruídos e ao invadirem as propriedades particulares para obter alimento, são alvo dos caçadores e proprietários de terra, onde são abatidos e exibidos como troféu. Esse fato coloca esses felinos na lista de animais ameaçados de extinção, e em pouco tempo só poderão ser vistos em zoológicos e criadouros especializados.

Créditos: rádio cultura, foz.

 

Turismo

 

Movimento migratório cresce nos primeiros dias de 2016 em Foz

A Polícia Federal informa que 66.610 estrangeiros já entraram ou saíram do país por Foz do Iguaçu nos primeiros dias de 2016. Em razão deste crescimento no movimento migratório, filas estão se formando nas aduanas das Pontes Tancredo Neves e Internacional da Amizade.

Objetivando poupar tempo no momento de passagem pelo controle migratório brasileiro, aconselhamos que o estrangeiro traga o Cartão de Entrada e Saída do país já preenchido. O documento pode ser impresso no site do Departamento de Polícia Federal, através do link:https://www.pf.gov.br/servicos/estrangeiro/cartao-de-entrada-e-saida/FORMULARIO-ENTRADA-SAIDA-Padrao-Confederacoes.pdf/view?searchterm=tarjeta .

Em entrevista durante a entrada dos estrangeiros, policiais federais constataram que mais de 90% dos paraguaios e argentinos que entraram no país seguiriam para o litoral sul do Brasil. O número de europeus e norte-americanos que entraram pela Ponte Tancredo Neves também chamou atenção. A maioria afirmou que visitaria as Cataratas e, em seguida, viajaria pelo Brasil.

No mesmo período do ano passado, entre os dias 01/01/2015 e 10/01/2015, o número registrado foi de 48.050 pessoas. Seguem os números do movimento migratório registrado entre os dias 01/01/2016 e 10/01/2016.

Por assessoria

 

Inaugurada primeira etapa do Marco das Américas

Foi inaugurada na noite de segunda-feira (21) a primeira etapa da obra do complexo turístico Marco das Américas, onde se encontram os rios Iguaçu e Paraná. A obra faz parte da revitalização do Marco das Três fronteiras, símbolo da região entre Brasil, Argentina e Paraguai. Nesta primeira parte, foi entregue aos turistas uma infraestrutura básica, que permitirá ao visitantes desfrutar do local onde três países se encontram, com estacionamento, centro de visitantes, loja de souvenir e um boteco batizado com o nome do desbravador da região, Cabeza de Vaca. Todo o local está recebendo a temática das reduções jesuíticas guaranis.

O local foi aberto à visitação às 10h30 desta terça-feira (22), com funcionamento até às 20h e moradores de Foz do Iguaçu que comprovarem endereço não pagam entrada. O Grupo Cataratas investiu nesta primeira fase R$ 10 milhões e gerou 72 postos de trabalho.

Pelo local pode ser visto as imagens do projeto completo, com a segunda e terceira etapa, onde será construída três torres de observação, revitalização do Espaço das Américas, vila temática e de entretenimento, memorial Cabeza de Vaca e projeção de em água em torno do marco das Três Fronteiras, construído em 1903.

O presidente do Grupo Cataratas, Bruno Marques, salientou que esse foi apenas o primeiro passo da revitalização. “Queremos que o Complexo Marco das Américas seja um orgulho para os moradores, turistas e uma referência”, disse.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, disse que o empreendimento mostra o novo ciclo de crescimento e desenvolvimento da região, com geração de emprego e renda para Foz. “Em breve será um dos locais mais visitados do Brasil”, disse

Lei é sancionada e Foz do Iguaçu é a “Capital do Turismo do Paraná”

Na tarde desta quarta-feira (09), o Governador do Estado, Beto Richa, sancionou a lei nº 18.641/2015 que concede à Foz do Iguaçu o título de “Capital do Turismo do Estado Paraná”. O momento, importante para a cidade de Foz, que tem o turismo como sua principal vocação, foi acompanhado pela autora da lei, a Deputada Claudia Pereira.
 
Motivada por muitos fatores a apresentar este Projeto de Lei, entre eles o fato do município ter a maior população de fronteira do Brasil, somando 263.647 habitantes, o que coloca Foz do Iguaçu em uma localização privilegiada, na tríplice fronteira do Brasil com Paraguai e Argentina, no centro geográfico do Mercosul.
 
A cidade também é conhecida como destino turístico internacional por abrigar uma das sete maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu, e a maior Usina Hidrelétrica do mundo em geração de energia, a Itaipu Binacional. Foz do Iguaçu é o segundo destino na preferência dos turistas estrangeiros que visitam o Brasil, de acordo com pesquisa da Embratur, o que também motivou e caracterizou a importância do Projeto da deputada.
 
Além disso, Foz está em primeiro lugar entre as cidades não capitais no Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional, feito pela Fundação Getúlio Vargas para o Ministério do Turismo – Mtur. O município conta com um dos seis maiores parques hoteleiros do Brasil, com mais de 23 mil leitos e possui, ainda, uma das melhores infraestruturas do país para a realização de eventos. Seus centros de convenções são capazes de receber, juntos, 40 mil pessoas, simultaneamente.
 
Foz do Iguaçu é uma cidade cosmopolita, que abriga mais de 70 etnias e vem se firmando também como polo de conhecimento e de novas tecnologias. Segundo Claudia Pereira, Foz é merecedora deste título. “Nossa cidade já é, de fato, conhecida como a Capital do Turismo, nada mais justo do que conceder este título por lei, que acima de tudo, é um reconhecimento e uma maneira de destacá-la entre outras cidades turísticas do Estado e do país. Fico contente pela oportunidade em ter colaborado com a concessão deste titulo para a minha cidade, Parabéns ao município e a toda população”, finalizou.
``Rádio cutura foz´´.
 
PMFI 

O Ministério do Turismo destaca Foz e mais quatro cidades para festejar réveillon

 

Rot matéria foi publicada no portal do Ministério do Turismo no qual são selecionadas cinco cidades brasileiras como opções para festejar as festas de réveillon. Além de Foz do Iguaçu, única da lista que não é capital, também são destacadas: Natal, Salvador, Fortaleza e Rio de Janeiro.

Outro destaque é que maioria dos brasileiros, neste ano, decidiram viajar pelo próprio país. Para o ministro Henrique Eduardo Alves, este fato é histórico no Brasil. “A última pesquisa que divulgamos no Ministério do Turismo revelou que mais de 84% dos brasileiros que querem viajar, o farão pelo próprio país. Esse é o momento do turismo, temos que aproveitar essa chance e mostrar que podemos oferecer a melhor experiência que o turista pode ter”.

A íntegra da matéria consta no portal do Ministério do Turismo, no endereço: www.turismo.gov.br.a entre Foz e Maringá também ganhará voo extra da Azul

Linhas inéditas já haviam sido divulgadas para Londrina e Florianópolis
 
A Azul Linhas Aéreas Brasileiras já definiu os horários e a frequência dos novos voos diretos que vai operar entre Foz do Iguaçu e Florianópolis (SC) e entre Foz e as duas principais cidades do Norte do Paraná: Londrina e Maringá. Além desses voos inéditos, a Azul também ampliará a oferta de voos  diretos entre Foz do Iguaçu e Curitiba, Campinas (SP) e Porto Alegre (RS).
 
 
 
Todas essas rotas são temporárias, para atender a demanda da alta temporada de viagens, segundo a empresa. No total, em todo o Brasil, são mais de 4,5 mil operações complementares, que vão operar apenas durante o verão. Entre os voos inéditos na história da aviação brasileira, estão as ligações entre Florianópolis e Foz do Iguaçu e também entre a capital catarinense e as cidades de Londrina e Maringá.
 
Os voos extras serão atendidos com jatos Embraer 190 e 195, assim como pelos turboélices ATR 72-600. “Teremos rotas temporárias sazonais para a companhia, o que garantirá ainda mais comodidade a quem embarca em nossas aeronaves. Além disso, estimularemos o turismo em regiões que dependem bastante deste setor para movimentar a economia”, afirma Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da Azul.
 
“Fazia tempo que vínhamos solicitando à diretoria da Azul a abertura de novas rotas a partir de Foz do Iguaçu”, afirmou o superintendente de Comunicação Social da Itaipu e presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla. Ele disse ainda que, agora, “vamos trabalhar para que esses voos se tornem permanentes, a partir de fevereiro”.
 
Veja horários e frequência dos novos voos de Foz:
 
Florianópolis – Foz do Iguaçu – Florianópolis
Entre 17 de dezembro e 1º de fevereiro, a Azul oferecerá voos na quinta-feira e no domingo, nos seguintes horários:
Saída de Florianópolis às 8h40, com chegada em Foz do Iguaçu às 10h40; saída de Foz do Iguaçu às 14h20, com chegada em Florianópolis às 16h20.
 
Maringá – Foz do Iguaçu – Maringá
Voos vão operar entre 17 de dezembro a 31 de janeiro.
Na quinta-feira e no domingo, voo sai de Maringá às 21h40 e chega em Foz do Iguaçu às 22h55.
Na segunda e na sexta-feira, voo sai de Foz do Iguaçu às 7h05, com chegada em Maringá às 8h20.
 
Foz do Iguaçu – Londrina – Foz do Iguaçu
Voos vão operar entre 17 de dezembro e 1º de fevereiro
Na quinta-feira e no domingo, saída de Foz do Iguaçu às 17h10, com chegada em  Londrina às 18h35.
Na segunda e na sexta-feira, saída de Londrina às 11h, com chegada em Foz às 12h25.
 
Curitiba – Foz do Iguaçu – Curitiba
Entre 17 de dezembro e 1º de fevereiro, haverá voos extras em diferentes dias e horários.
De segunda a quarta-feira e também na sexta-feira e no sábado, o voo sai de Foz do Iguaçu às 13h, com chegada em Curitiba às 14h40; e sai de Curitiba às 15h30, com chegada em Foz às 17h10.
Aos domingos, o voo parte de Foz do Iguaçu às 14h55, com chegada em Curitiba às 15h30; e sai de Curitiba às 11h45, com chegada em Foz do Iguaçu às 13h.
 
Campinas – Foz do Iguaçu – Campinas
O novo voo entre Foz e Campinas vai operar entre 18 de dezembro a 31 de janeiro.
Aos domingos, saída de Campinas às 20h, com chegada em Foz às 21h30; e saída de Foz às 22h, com chegada em Campinas às 23h30.
De segunda a sexta-feira, saída de Campinas às 20h18, com chegada em Foz às 21h50.
De terça a sábado, saída de Foz às 6h30, com chegada em Campinas às 8h.

Cataratas Day bate recorde com 2.500 Selfies

 

A campanha Cataratas Day marca o aniversário de quatro anos da eleição das Cataratas do Iguaçu entre as Sete Maravilhas da Natureza. Para celebrar a data, a entrada do Parque Nacional do Iguaçu foi liberada para moradores de Foz do Iguaçu nesta quarta-feira (11). Ônibus partiram de vários pontos da cidade para levar visitantes ao PNI. Um dos objetivos da mobilização é estabelecer um recorde de selfies em um único atrativo turístico e envolver até 50 milhões de pessoas nas redes sociais, incentivando a postagem de vídeos e fotos das Cataratas. O vídeo-release mostra a movimentação no PNI nesta manhã de quarta-feira.

Por assessoria

youtu.be/QRcL3_EoFXw

 

Campanha #cataratasday2015 é lançada

Na tarde desta quarta-feira, 04, foi lançada a campanha Cataratas Day 2015, no hotel Bella Italia, em Foz do Iguaçu. A campanha consiste no compartilhamento de fotos e vídeos nas redes sociais, feitos por pessoas de todo o mundo, tendo como cenário as Cataratas do Iguaçu. Realizada pelo segundo ano consecutivo, a edição de 2015 contará com um novo atrativo. No dia 11/11, data que remete à eleição das Cataratas como uma das sete maravilhas da natureza, será realizada uma tentativa de atingir o recorde de “selfies” em um mesmo ponto turístico no Brasil. A expectativa é de que mais de mil pessoas participem do evento.

O objetivo da campanha é atrair mídia espontânea para a cidade, bem como atrair mais turistas à cidade de Foz do Iguaçu. A organização do evento espera que mais de 50 milhões de pessoas sejam antingidas pela #cataratasday2015 no mundo inteiro.

Ônibus serão disponibilizados para a população

Com o intuito de levar o maior número de pessoas às Cataratas, a organização da campanha deverá fornecer ônibus gratuitos aos moradores. No dia 11/11, os ônibus partirão de 4 locais distintos:  Bosque Guarani, Gramadão, Praça da Bíblia e na Praça em frente ao antigo Boulevard. Os horários de saída serão à 8h da manhã, com retorno às 11h e no período da tarde, Os ônibus deixam os locais às 14h com retorno ás 17h. A entrada no Parque Nacional também será gratuita.

Lembrando que para validar o “selfie”, a pessoa deverá usar a #cataratasday2015


 

O Luau das Cataratas voltou; venha viver esta emoção

 

O Luau das Cataratas, tradicional passeio da lua cheia, será realizado pela primeira vez este ano no próximo sábado, 24 de outubro, no Parque Nacional do Iguaçu, a partir das 20 horas. Será uma bela oportunidade para o visitante sintonizar seus sentidos com a natureza. Visitar as Cataratas durante a noite é uma experiência muito especial.

Na maior parte do ano, a “Maravilha da Natureza” se apresenta com muita água, luz e sol. Já à noite, a principal atração deste Patrimônio Natural da Humanidade se cobre de magia, charme e curiosidades, vistas somente em ocasiões especiais, como no Luau das Cataratas.

O clima agradável e a singularidade do lugar proporcionam instantes de contemplação e contato com a natureza e ainda despertam diferentes sensações nos participantes do passeio. Se o visitante tiver sorte, poderá ver o arco-íris prateado, que geralmente aparece de forma magistral nas noites de Lua cheia, próximo às quedas, além, é claro, de apreciar a Lua cheia.

O passeio é indicado tanto para quem já visitou as Cataratas durante o dia ou ainda para quem não conhece a atração. A luz da Lua cheia que ilumina o percurso e o clima fresco à noite, típico da Mata Atlântica, transformam a caminhada num deleite à natureza, com o brinde das quedas num tom prateado.

Funcionamento – No sábado, 24 de outubro, a atividade noturna começará às 20 horas. O participante precisará adquirir o ingresso no Centro de Visitantes e na sequência embarcar nos ônibus da unidade. Haverá quatro opções de horário de embarque: 20h30, 21h, 21h30 e 22h. Para retornar ao Centro de Visitantes, após o passeio, o público terá à disposição ônibus a cada 20 minutos, após as 22 horas.

O visitante será recebido pela equipe do parque no auditório do Centro de Visitantes. No local as pessoas receberão informações e orientações sobre a atividade noturna. Durante o passeio, o participante terá a opção de jantar no Restaurante Porto Canoas, que estará aberto das 20h à 0h. O serviço é opcional e não está incluso no valor do ingresso para visitar o Parque Nacional do Iguaçu à noite.

Programe sua visita – As próximas edições do passeio noturno serão realizadas nas seguintes datas: 27/28 de novembro, 26 de dezembro, 22/23 de janeiro e 19/20 de fevereiro. O Luau das Cataratas é uma realização da Cataratas do Iguaçu S.A. e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Em caso de chuva, o passeio pode ser cancelado, por medida de segurança.

Serviço:
Luau das Cataratas
Local: Parque Nacional do Iguaçu
Data: 24 de outubro (sábado)
Horários de embarque (entrada): 20h30, 21h, 21h30 e 22h
Retorno do passeio: a partir das 22h

Valores:
Valor do ingresso para o passeio: R$ 31,30 (crianças de 2 a 11 anos e idosos a partir de 60 anos pagam R$ 8)
Valor do jantar (serviço opcional): R$ 70 (crianças até 6 anos não pagam; de 7 a 9 anos de idade – 50%; e acima dos 10 anos, valor inteiro)

Mais informações
(45) 3521-4442
luau@catarataspni.com.br

Assessoria

Itaipu está escoando duas Cataratas do Iguaçu por segundo

Desde as 22 horas de sexta-feira,16, a Itaipu está escoando pelo vertedouro da usina o excedente de água que não é utilizado para a geração de energia. O resultado é um espetáculo a mais para os turistas que estão visitando a hidrelétrica neste fim de semana. Desde julho, quando o Paraná registrou uma das maiores cheias da história, a usina não vertia. Agora, o show das águas no cenário da barragem acontece em plena primavera, quando os termômetros atingem temperaturas de verão.

Com uma vazão de 1.342 metros cúbicos de água por segundo. Por uma das calhas, são três no total, no sábado pela manhã, 2.642 metros cúbicos de água por segundo, o equivalente à vazão normal de duas Cataratas do Iguaçu, no Rio Iguaçu, a principal atração de Foz do Iguaçu e um dos roteiros mais visitados no Brasil por estrangeiros.

A Itaipu deve continuar vertendo por pelo menos mais três dias. O vertimento ocorre em função do excesso de chuvas localizadas no Paraná, principalmente nos rios Ivaí, Piquiri e Tibagi, na bacia incremental, que também alimentam o reservatório do lago de Itaipu. A causa é o fenômeno meteorológico El Niño. Todo o Sul do País sofre as consequências com precipitações elevadas.

A usina está operando na cota 220.18 metros acima do nível do mar. A cota normal de operação varia entre 218,30 a 220.30m. Em condições normais, acima desse nível, a usina começa a verter. Itaipu produz normalmente e atende toda a demanda de energia que os sistemas elétrico brasileiro e paraguaio pedem. A última vez que Itaipu verteu foi entre 11 e 27 de julho, por causa da cheia do Rio Paraná.

Horário de verão

Três atrativos do Complexo Turístico Itaipu estão funcionando normalmente: a Visita Panorâmica, o Polo Astronômico e o passeio de Kattamaram, no lago de Itaipu. A partir de domingo, 18, com a mudança do horário de verão, o passeio do Kattamaram para ver o pôr do sol será às 19h e não mais às 17h. Os outros horários do Kattamaram continuam inalterados, com saídas às 12h e 14h30. Para consultar os horários dos passeios e comprar ingressos, consulte o site www.turismoitaipu.com.br.

Hotéis de Foz esperam 84% de ocupação durante feriadão

A ocupação na rede hoteleira de Foz do Iguaçu será alta no feriadão, revela pesquisa do Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares). Os meios de hospedagem do destino estão com 84% dos leitos reservados para o período de sábado, 10, a segunda-feira, 12 (feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida e Dia das Crianças).

Conforme o levantamento, os hotéis cinco estrelas estão com 86% dos apartamentos reservados; os quatro estrelas estão com 85% ocupados; já os estabelecimentos três estrelas registram ocupação de 84%, enquanto os hotéis duas estrelas chegam a 80%.

A amostragem foi realizada no dia 6 de outubro, com base no movimento projetado em 28 estabelecimentos. A cidade possui 176 meios de hospedagem e 27,5 mil leitos, conforme a versão 2014 do inventário da Secretaria Municipal de Turismo de Foz.

A designação de estrelas é meramente figurativa e representa uma similaridade com o padrão do Ministério do Turismo, para fins de ilustração. Para ter a classificação por estrela, o hotel tem de se ajustar às normas e se credenciar no Ministério do Turismo.

Sindhoteis

 

Bancários entram em greve na próxima terça-feira

stá confirmado, na próxima terça-feira, dia 6, as 42 agências bancárias e 15 postos localizados na área de abrangência do Sindicato dos Bancários de Foz do Iguaçu e Região estarão de portas fechadas. A assembleia realizada na quinta-feira, na sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi), confirmou a já esperada decisão de paralisar as atividades por tempo indeterminado, como antecipou o H2FOZ na última quarta-feira.

Aproximadamente cem bancários estiveram presentes e optaram por não aceitar a proposta oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Segundo a vice-presidente do sindicato, Cristina Delgado, cerca de 400 profissionais cruzarão os braços nas cidades da base sindical de Foz do Iguaçu em prol de seus direitos. “Já era uma decisão esperada porque a proposta que nos foi apresentada é péssima”, declarou.

Nos últimos 12 meses (intervalo entre a data-base de 2014 e 2015), a inflação somou 9,88% no Brasil, mas os representantes dos banqueiros ofereceram 5,5% de reposição e um abono de R$ 2.500. “Inflação não se negocia, se repõe. O percentual oferecido e o abono trariam uma perda de 4% aos bancários”, disse Cristina.

Créditos : H2FOZ

Parque Nacional do Iguaçu terá horário especial neste domingo

 

O Parque Nacional do Iguaçu funcionará em horário diferenciado neste domingo, 27 de setembro, em virtude da realização da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu (42 km). A unidade de conservação fará o atendimento para as pessoas que quiserem assistir à chegada dos atletas das 6h30 às 7h30. Depois, os serviços de bilheteria e de transporte serão paralisados e retornarão às 9 horas para atender normalmente à visitação turística.

Os 11,5 km finais da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu serão percorridos dentro do Parque Nacional do Iguaçu, com término próximo ao Restaurante Porto Canoas. No parque também será realizada a Corrida de 11 km, com largada às 6h30 no antigo portão da unidade e chegada depois das Cataratas do Iguaçu.

Horários:
Atendimento para assistir à chegada dos atletas
Local: Centro de Visitantes do Parque Nacional do Iguaçu
Horário: das 6h30 às 7h30

Atendimento para visitação do Parque Nacional do Iguaçu
Local: Centro de Visitantes
Horário: das 9h às 17h

Empresários paraguaios pedem mais voos para Cidade do Leste

O setor empresarial de Cidade do Leste, no Paraguai, pede mais voos internacionais e domésticos para desenvolver o turismo local, favorecendo o movimento comercial, facilitando a chegada de visitantes e novos investidores. O objetivo é ganhar novos meios para agilizar o translado, tanto internacional, como da capital Assunção à fronteira.

O empresário Charif Hammoud, dono de uma das maiores lojas de departamento do Paraguai, disse que a nova empresa aérea Amszonas, ajudará a impulsionar o turismo na região. “Através deste setor, devemos trabalhar para alavancar esta região, criar mais empregos por meio do turismo e desta maneira atrais novos investimentos”, disse.

O objetivo é dispor de meios mais rápidos para os visitantes, sendo de Cidade do Leste à Assunção, ou de outros países. Hammoud ressaltou que o novo projeto abrirá caminho para que outras empresas aéreas também venham para o Paraguai. O empresário citou a empresa Copa Airline, que poderá começar um voo para a fronteira paraguaia.

O empresário ressaltou que o departamento de Alto Paraná conta com todas as condições para atrair turistas paraguaios e estrangeiros, aproveitando a infraestrutura do Aeroporto Guaraní, em Minga Guazú, região metropolitana de Cidade do Leste.

Nova linha

A empresá aérea Amaszonas começa a operar no dia 23 de setembro, uma linha entre Assunção e Cidade do Leste. A aeronave JET CRJ200, fabricado pela canadense Bombardier, tem capacidade para 50 passageiro. Uma apresentação do avião já foi feito no Aeroporto Guarani. O preço da passagem de ida e volta da capital à fronteira, custará US$ 130.

Fonte: Diario Vanguardia

 

Voo Foz-Brasília aproxima nordeste do Brasil e Oeste do Paraná

 
 

 

Os moradores do Oeste do Paraná (Brasil), Departamento de Alto Paraná (Paraguai) e Província de Misiones (Argentina) começam a descobrir uma nova rota para o Nordeste, região preferida por grande parte dos brasileiros que viajam pelo país. O acesso aéreo ficou mais fácil com o voo da TAM que sai três vezes por semana do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu direto para Brasília e, lá, permite diversas conexões com os principais destino do Nordeste, como Salvador, Recife, Fortaleza, Natal e Maceió. E os nordestinos, por sua vez, agora podem conhecer as Cataratas do Iguaçu com apenas uma conexão.

O voo da TAM sai de Foz do Iguaçu às quartas, sextas e sábados, às 7h03, com chegada na capital federal às 9h16. De Brasília, o voo parte às terças, quintas e sábados, às 21h14, com chegada em Foz do Iguaçu às 23h25. A ligação direta Foz-Brasília foi criada em janeiro deste ano, de forma experimental, mas a procura justificou a manutenção do voo três vezes por semana. “Nosso objetivo é que o voo se torne diário até o final do ano”, afirma Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu e presidente do Fundo Iguaçu – Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu.

Interesse

Prejudicada pelo excesso de conexões, a procura por Foz do Iguaçu, por parte dos nordestinos, agora é beneficiada por este voo da TAM. Ele permite que moradores de todos os estados da região voem para Brasília, única escala da viagem até Foz, reduzindo o tempo e também o custo.
Nas redes sociais, uma campanha para promover o voo entre os nordestinos teve muita repercussão. Vários internautas lembraram, por exemplo, que a própria escala na capital federal também é atrativa, bastando programar a viagem com previsão para ficar por lá também um período, na ida ou no retorno.

Dólar

Para os moradores de Foz do Iguaçu e região, as praias do Nordeste já são um dos destinos preferidos para as férias. Mas, tanto os nordestinos quanto o pessoal da região têm um motivo a mais para se visitarem – além da facilidade da conexão com Brasília -: o dólar cada vez mais alto, que encarece as viagens ao exterior.

Não é à toa que quem tinha programado viagens a outros países agora está refazendo os planos. Felizmente, boas opções não faltam aqui mesmo no Brasil. Para grande parte dos brasileiros, o Nordeste é a região preferida, por suas praias e muito sol. Já Foz do Iguaçu é um destino sempre em voga (na semana passada, foi incluído entre os dez mais dos 500 destinos para se conhecer antes de morrer, em relação feita pela editora britânica Lonely Planet).

Por Itaipu

 

 

A tradicional editora de guias de viagem Lonely Planet lançou nesta semana um guia definitivo de lugares turísticos ‘imperdíveis’ no mundo. São 500 sugestões de destinos que você ‘precisa visitar antes de morrer’.

Mas para instigar os interessados, a editora divulgou uma lista com os top 20 de todos os destinos do guia. Entre eles, há um destino brasileiro – e não é o Cristo Redentor.

As Catarastas do Iguaçu foram escolhidas para figurar entre os melhores destinos turísticos do mundo segundo a Lonely Planet. A paisagem está na fronteira entre Brasil e Argentina e pode ser vista dos dois países.

Processo de criação

Para criar a lista, a editora enviou sua equipe de viajantes ‘especialistas’ a todos os lugares para classificar as paisagens naturais, as joias arquitetônicas e os museus que eles acreditam ser os melhores lugares do mundo para serem visitados.

Além do Brasil e da Argentina, outros dois lugares sul-americanos aparecem na lista dos top 20 destinos do guia: Machu Picchu, no Peru, e o arquipélago de Galápagos, no Equador.

Créditos : radio cultura foz.

Assembleia Legislativa discute Exploração turística sustentável do Rio Iguaçu

O Plenarinho da Assembleia Legislativa recebeu na manhã desta quarta-feira (19) audiência pública sobre a “Pesca Esportiva e Vocação Turística do Rio Iguaçu”, proposta pelo deputado Guto Silva (PSC) e promovida em parceria com a Associação de Pesca do Médio Iguaçu (Apemi). O objetivo do encontro foi debater a exploração turística sustentável do Rio Iguaçu como instrumento para coibir a pesca predatória e conciliar a preservação ambiental com apoio ao esporte.

A audiência contou com a participação de representantes do Ibama, da Secretaria de Estado do Esporte e Turismo, da Superintendência Federal da Pesca, da Sanepar, da Secretaria Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu, da Paraná Turismo, da Copel, do IAP, da Polícia Rodoviária Estadual, da Polícia Rodoviária Federal, de representantes de diversas prefeituras municipais e da Federação do Comércio do Estado do Paraná – Fecomércio-PR.

Créditos: radio cultura foz.

De janeiro a julho, aeroporto de Foz teve movimento recorde

O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, em julho, foi 21% maior na comparação com junho e 14% superior ao registrado em julho do ano passado, quando Foz do Iguaçu recebeu milhares de turistas estrangeiros, que vieram ao Brasil acompanhar os jogos da Copa do Mundo. Foram 196.405 embarques e desembarques, o segundo maior movimento da história do aeroporto, atrás apenas de janeiro deste ano (202.513 passageiros).

A forte movimentação chegou a surpreender o superintendente do aeroporto, Eduardo Renato Ludwig. “Os números ficaram acima de qualquer perspectiva, já que a recessão econômica indicava uma redução na movimentação de passageiros”, afirma. Com apoio dos setores que movimentam o turismo de Foz do Iguaçu, Ludwig acredita que será possível superar a meta de dois milhões de passageiros este ano (em 2014, foram 1.880.620).

No semestre

Se depender do movimento nos primeiros sete meses do ano, não será difícil superar os dois milhões de passageiros, em 2015. O acumulado dos sete primeiros meses já atinge 1.214.400 de embarques e desembarques, 13% acima do número registrado de janeiro a julho de 2014 (1.072.128). Este ano, todos os meses tiveram movimento maior que nos meses de 2014.

O crescimento foi de 28% em janeiro, 17% em fevereiro, 12% em março, 11% em abril, 5% em maio e 4% em junho. Em julho, segundo o superintendente do aeroporto, além dos voos normais são 46 voos diários da aviação comercial, sendo 23 chegadas e 23 partidas -, houve a operação de vários voos fretados, para atender a demanda excedente de passageiros.

Itaipu.

Créditos: radio cultura foz.

 

Parques Nacionais Iguaçu e Iguazú registram melhor visitação de todos os tempos

O Parque Nacional do Iguaçu registrou a sua melhor visitação de todos os tempos para o mês de julho. Ao todo, 175.638 pessoas passaram pela unidade nos 31 dias do período. O crescimento do movimento turístico foi de 29% com relação ao ano passado. Os brasileiros e demais visitantes do Mercosul foram os principais responsáveis pelo aumento.

Do Brasil ingressaram 90.814 pessoas, um total de 22% a mais que em 2014. Os países do bloco contabilizaram 60.819 – um acréscimo de 96%. Os estrangeiros apresentaram uma queda de 22%, com a entrada de 24.005 turistas, contra 30.937 do ano anterior.

Neste ano, a unidade de conservação demonstrou, mais uma vez por meio das estatísticas, o tamanho de seu prestígio turístico mundial. A procura pela biodiversidade do parque e das Cataratas do Iguaçu foi maior que em 2014, quando a unidade “perdeu” visitantes para as capitais brasileiras, que além de contar com suas belezas naturais sediaram jogos da Copa do Mundo de Futebol.

Hermanos – O Parque Nacional Iguazú também registrou crescimento. Do lado argentino, o acréscimo foi de 71% Em julho deste ano passaram pelas bilheterias da unidade 173.665 visitantes, contra 101.608 do período do ano anterior. Do público do mês de julho deste ano, 74% são argentinos, 14% são turistas do Mercosul e 12% são estrangeiros.

Cataratas do Iguaçu S.A.


 

Itaipu recebe inédita chegada do Rally dos Sertões

A Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu (PR), recebe no dia 8 de agosto a chegada da 23ª edição do Rally dos Sertões. A principal prova de rali do Brasil começa a partir de 1º de agosto, em Goiânia (GO), e tem roteiro inédito rumo ao sul do país.

Situada no Rio Paraná, na fronteira entre Brasil e Paraguai, a hidrelétrica, um dos pontos turísticos mais visitados na Terra das Cataratas, fará parte do cenário de encerramento da competição. Nos últimos 37 anos, Itaipu contou com mais de 19 milhões de visitantes de 197 países.

A rampa por onde pilotos e navegadores passarão após os sete dias de disputa será montada no Mirante do Vertedouro, próximo do sistema de comportas que escoa a água em excesso do reservatório.

“Itaipu tem sido palco de grandes eventos esportivos nacionais e internacionais. Recebemos a abertura dos X-Games, os mundiais de canoagem slalom e rafting, o Ironman 70.3, a Maratona Internacional de Foz do Iguaçu e, agora, o Rally dos Sertões. É uma honra receber esse evento aqui na usina. Esperamos que chova muito na bacia do Rio Paraná, para que o vertedouro esteja aberto e abrilhante ainda mais o dia do evento”, diz Gilmar Piolla, superintendente de comunicação social de Itaipu.

“Será um visual incrível, totalmente diferente das outras edições do Rally dos Sertões. Para quem já conhece o local será uma oportunidade de rever as belezas da usina. Para quem nunca esteve em Itaipu, a chegada do evento será um grande passeio”, ressalta Sabrina Proença, responsável pelo departamento de competições da Dunas Race, organizadora da prova.

A previsão é que os primeiros competidores cheguem a Itaipu a partir das 12h. O evento vai até às 18h. Haverá transporte para público do Centro de Recepção de Visitantes (CRV) de Itaipu até o Mirante do Vertedouro, local da rampa. A cerimônia de premiação e a festa de encerramento serão realizadas na Ono Music Hall, a partir das 20h30. A entrada é gratuita para todos os integrantes da caravana do rali. Mulheres também não pagam. Para os demais, o convite custa R$ 20,00.

Sobre o Rally dos Sertões 2015

A 23ª edição do Rally dos Sertões passará por quatro estados e oito cidades: Goiânia (GO), Rio Verde (GO), Itumbiara (GO), São Simão (GO), Três Lagoas (MS), Euclides da Cunha Paulista (SP), Umuarama (PR) e Foz do Iguaçu (PR). Ao todo, serão 2.875,79 quilômetros de percurso total, sendo 1.508,60 de trechos cronometrados (especiais), que passarão também pelos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

A prova é válida também para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country e conta neste ano com 183 participantes, em quatro categorias: Motos, Quadriciclos, Carros e UTVs (espécie de buggy). O Autódromo Internacional de Goiânia será a base do Rally dos Sertões nos dias que antecedem a largada. As atividades começam a partir de 29 de julho, quarta-feira, com a abertura da área de box.

O Rally dos Sertões 2015 tem patrocínio do Outback Steakhouse, Caixa Econômica Federal, Mitsubishi Motors e Honda. Apoio Institucional do Governo de Goiás, Detran-GO, Balada Responsável e Itaipu. Apoio da Copel Telecom, Sanepar, Secretaria de Esportes e Turismo do Paraná, Teuto-Pfizer, Sanifil, Séotres, Truckvan e Secretaria Municipal de Esportes de Foz do Iguaçu. Parceiros de mídia: ESPN, Band, Interativa FM e Webventure. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). A realização é da Dunas Race.

Sobre Itaipu
Com 20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável. A hidrelétrica produziu, desde 1984, mais de 2,2 bilhões de MWh e é responsável pelo abastecimento de cerca de 17% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 75% do Paraguai.

Desde 2003, Itaipu tem como missão empresarial gerar energia elétrica de qualidade, com responsabilidade social e ambiental, impulsionando o desenvolvimento econômico, turístico e tecnológico, sustentável, no Brasil e no Paraguai.

Em sua visão de futuro, a empresa pretende chegar a 2020 como a geradora de energia limpa e renovável com o melhor desempenho operativo e as melhores práticas de sustentabilidade do mundo, impulsionando o desenvolvimento sustentável e a integração regional.

Programação do Rally Sertões 2015*:

29/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
10h30 – Abertura da área de box

30/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
A partir das 10h30 – Secretaria de prova
10h30 às 18h30 – Vistorias técnicas e administrativas

31/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
9h – Abertura do Autódromo Internacional de Goiânia para o público
A partir das 10h30 – Secretaria de prova
A partir das 10h30 – Credenciamento de imprensa
10h30 às 16h – Vistorias técnicas e administrativas
12h às 13h – Coletiva de imprensa oficial
16h30 às 18h – Carreata dos veículos do Rally dos Sertões em Goiânia
18h às 21h – Briefings

01/08 – Autódromo Internacional de Goiânia
8h – Abertura do Autódromo Internacional de Goiânia para o público
9h às 10h30 – Posicionamento dos veículos no Parque Fechado
11h30 às 14h – Prólogo
14h50 às 16h50 – Posicionamento dos veículos no Parque Fechado
17h15 – Largada Promocional

02/08 – Etapa 1
Goiânia (GO) – Rio Verde (GO)
Deslocamento inicial: 50,84 km
Trecho cronometrado: 205,74 km
Deslocamento final: 104,56 km
Total do dia: 361,14 km

8h – Abertura do Autódromo Internacional de Goiânia para o público
9h – Largada da prova
13h às 21h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
19h – Briefing Motos, Quadriciclos e UTVs
20h – Briefing Carros

03/08 – Etapa 2
Rio Verde (GO) – Itumbiara (GO)
Deslocamento inicial: 28,22 km
Trecho cronometrado: 156,73 km
Deslocamento final: 150,02 km
Total: 334,97 km

13h às 21h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
19h – Briefing Motos, Quadriciclos e UTVs
20h – Briefing Carros

04/08 – Etapa 3
Itumbiara (GO) – São Simão (GO)
Deslocamento inicial: 143 km
Trecho cronometrado: 295,05 km
Deslocamento final: 65,32 km
Total do dia: 503,37 km

12h às 21h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
19h – Briefing Motos, Quadriciclos e UTVs
20h – Briefing Carros

05/08 – Etapa 4
São Simão (GO) – Três Lagoas (MS)
Deslocamento inicial: 147,13 km
Trecho cronometrado: 240,06 km
Deslocamento final: 39,59 km
Total do dia: 426,78 km

13h às 21h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
19h – Briefing Motos, Quadriciclos e UTVs
20h – Briefing Carros

06/08 – Etapa 5 (Maratona)
Três Lagoas (MS) – Euclides da Cunha Paulista (SP)
Deslocamento inicial: 142,06 km
Trecho cronometrado: 291,16 km
Deslocamento final: 154,04 km
Total do dia: 587,26 km

12h às 21h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
20h – Briefing Motos, Quadriciclos e UTVs
21h – Briefing Carros

07/08 – Etapa 6
Euclides da Cunha Paulista (SP) – Umuarama (PR)
Deslocamento inicial: 26,96 km
Trecho cronometrado: 199,32 km
Deslocamento final: 89,84 km
Total do dia: 316,12 km

13h às 21h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
19h – Briefing Motos, Quadriciclos e UTVs
20h – Briefing Carros

08/08 – Etapa 7
Umuarama (PR) – Foz do Iguaçu (PR)
Deslocamento inicial: 200,56 km
Trecho cronometrado: 120,54 km
Deslocamento final: 25,05 km
Total do dia: 346,15 km

12h às 18h – Secretaria de prova / Sala de imprensa / Posto médico
12h às 18h – Chegada à Usina de Itaipu
20h – Cerimônia de Premiação e Festa de Encerramento
Local: Ono Music Hall
Av. Rosa Cirilo de Castro, 85 – Foz do Iguaçu (PR)

*Programação sujeita à aprovação sem aviso prévio

Acompanhe o Rally dos Sertões

Facebook: facebook.com/sertoesoficial
Instagram: instagram.com/sertoesoficial
Twitter: @sertoesoficial
YouTube: youtube.com/dunasrace

Assessoria Rally dos Sertõe

Servidores da Justiça Federal se manifestam nas Cataratas do Iguaçu

Servidores do Judiciário protestaram na manhã desta terça-feira (21) no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Os servidores da Justiça do Trabalho e Justiça Eleitoral, se vestiram de preto e ergueram cartazes com as reivindicações na principal passarela das Cataratas do Iguaçu.

Os servidores pedem a reposição aprovado pelo Congresso Nacional de reajuste entre 53% e 78,56%, referentes as perdas da inflação desde 2009. A presidente Dilma Rousseff tem até esta terça-feira para decidir sancionar ou vetar a proposta.

Créditos : radio cultura foz.

Turismo

Com sol, turistas poderão assistir ao vertimento da Itaipu

Aos  poucos,  o  nível  do Rio Paraná, onde está instalada a usina de Itaipu,  na  fronteira do Brasil com o Paraguai, começa a normalizar. Já no Rio  Iguaçu,  onde  ocorre  o  espetáculo das Cataratas, na fronteira com a Argentina,  o  volume  das  quedas  d´água registrou um leve aumento, mas o risco de novas enchentes na região está afastado, por enquanto.

Itaipu deve continuar  vertendo.  Com sorte, o sol poderá dar as caras por aqui. Não há previsão de chuva para Foz do Iguaçu no fim de semana.

De  acordo  com o último Boletim de Alerta Hidrológico divulgado pela Itaipu  nesta  sexta-feira  (17),  o  nível  do Rio Paraná recuou em alguns centímetros  e está normal. Algumas chuvas leves foram registradas ao longo do  reservatório.  No  Rio Iguaçu, o volume das Cataratas do Iguaçu atingiu 5.443 metros cúbicos de água por segundo (m³/s), três vezes e meia acima do normal.  Na  Ponte  da  Amizade,  o  rio  estava,  às 5h, na cota 109,17.

Normalmente  a primeira casa é afetada no nível 110.61 m. A tendência é que o  rio continue baixando gradativamente. As famílias ribeirinhas estão fora de perigo. Desde  segunda-feira  (14),  a  Comissão  de  Cheia  de Itaipu vem se reunindo e emitindo boletins diários sobre a situação hidrológica local.

No lado  paraguaio  da  fronteira,  a  Itaipu  mantém  um  trabalho de apoio a famílias  ribeirinhas  que construíram moradias às margens do leito natural do Rio Paraná. Pouco mais de cinco casas teriam sido afetadas com o pico da cheia. No lado brasileiro da fronteira, nenhuma construção foi afetada pela chuva.

O  nível dos rios Paraná, onde está instalada a usina de Itaipu, e no Iguaçu,  onde  acontece  o show das Cataratas estabilizou, na fronteira do Brasil  com  o  Paraguai  e  Argentina,  respectivamente.

O risco de novas enchentes  na  região  está afastado, por enquanto. Com isso, a comissão de cheia  da  Itaipu  foi  desativada  nesta  sexta-feira  (17).  Itaipu deve continuar vertendo, mas em menor intensidade, mas com um componente a mais, o sol. A previsão é de tempo bom.

Desde  segunda-feira  (14),  o  grupo,  formado por representantes da Itaipu  e da sociedade civil, vinha se reunindo e emitindo boletins diários sobre a situação hidrológica local. Com a normalização do cenário, previsão de   bom   tempo,  recuo  do  nível  dos  rios,  a  comissão  foi suspensa temporariamente, mas poderá voltar a qualquer tempo, caso haja necessidade.

No  lado paraguaio da fronteira, a Itaipu mantém um trabalho de apoio a famílias ribeirinhas que construíram moradias às margens do leito natural do  rio Paraná. A maioria é área de invasão. Pouco mais de dez casas teriam sido  afetadas,  mas  a tendência é que o rio abaixe nas próximas horas.

No lado  brasileiro  da  fronteira, nenhuma construção foi afetada pela chuva. Itaipu está operando normalmente na cota 220 metros acima do nível do mar.

Créditos : radio cultura foz

 

 

Cataratas recebem 755.835 visitantes. É o melhor primeiro semestre da história

O Parque Nacional do Iguaçu teve o melhor primeiro semestre de sua história. De janeiro a junho, 755.835 pessoas visitaram as Cataratas, cerca de 2% mais do que no primeiro semestre do ano passado, quando o parque recebeu 741.153 turistas.

O resultado do primeiro semestre confirma a possibilidade de um novo recorde anual de visitação em 2015, apesar das perspectivas iniciais de que o número de turistas em Foz do Iguaçu poderia diminuir devido à crise econômica que o Brasil atravessa. Em todo o ano passado, o Parque Nacional do Iguaçu recebeu 1.550.607 visitantes.

Este ano, janeiro foi o melhor mês, o primeiro trimestre foi recorde histórico para o período e, agora, o bom resultado se estende a todo o primeiro semestre. O que contribuiu para o bom resultado nesses seis meses foi o grande número de feriados prolongados. Os principais feriados caíram em dias da semana, permitindo que fossem “emendados”.

Para o segundo semestre, a perspectiva também é positiva, porque há quatro “feriadões” pela frente, e todos caem numa segunda-feira: Independência (7 de setembro), Padroeira (12 de outubro), Finados (2 de novembro) e Natal (25 de dezembro). Além disso, julho é mês de férias e, tradicionalmente, é também o segundo mês em maior número de visitantes nas Cataratas.

Primeiro semestre

Em 2015 – 755.835 visitantes
Em 2014 – 741.153
Em 2014 – 703.161

Projeto itaipu ganha o primeiro lugar no benchmarking 2015

A entrega do prêmio aconteceu na quinta-feira, 02, em São Paulo; Usina concorreu com outras 28 organizações

A Itaipu Binacional é novamente destaque no ranking das melhores práticas socioambientais do país. A empresa obteve o primeiro lugar no Prêmio Benchmarking 2015, com o programa Mais Peixes em Nossas Águas, uma das iniciativas do Cultivando Água Boa (CAB).
A usina concorreu com outras 28 organizações previamente qualificadas para o ranking, entre elas a Petrobras, Ambev, Sabesp e Cargill. A banca de especialistas que analisa os cases não teve acesso ao nome das empresas. Apenas os projetos é que foram considerados.

A gerente da Divisão de Reservatório (MARR.CD), Carla Canzi, e o engenheiro de aquicultura Celso Buglione Neto (também da MARR.CD), um dos responsáveis pela assistência técnica aos pescadores atendidos pelo programa, receberam o prêmio em São Paulo, na última quinta-feira, 02, no auditório do Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Para Carla, a premiação reconhece e valoriza um projeto que contempla os três pilares da sustentabilidade: o social (pelo foco na inclusão de segmentos vulneráveis), o econômico (pela implementação de uma atividade produtiva e geradora de renda) e o ambiental (pelo estímulo à conservação dos estoques pesqueiros e pelos cuidados ambientais da atividade). “O premio nos deu muito orgulho, pois refletiu o esforço e empenho de toda a equipe da MARR.CD, onde todos colocam muita paixão no que estão realizando”, afirmou a gerente.

O diretor de Coordenação, Nelton Friedrich, comemorou a conquista, lembrando que o país vive um momento histórico de valorização da produção pesqueira. “Pela quantidade de águas que o país possui, proporcionalmente, somos um dos países que menos produz peixes. Mas o Brasil está despertando para mais essa forma de produção de proteína e estão sendo criadas políticas públicas específicas”, disse Friedrich. “Daí a importância desse prêmio, um prêmio que pertence a toda à equipe e também às colônias de pescadores atendidas”, acrescentou.

O programa - Com o Mais Peixes em Nossas Águas, a Itaipu beneficia famílias de pescadores artesanais, que passam a atuar como criadores de peixes, com uma renda mais estável, sem depender da pesca extrativa. O programa também contribui para diminuir o esforço de pesca e a preservar a biodiversidade no reservatório da Itaipu.

Uma das principais estratégias do programa está no cultivo de pacu (espécie típica da região) em tanques-rede. Atualmente, o programa beneficia cerca de 850 pescadores associados (são 10 entidades de classe, sendo seis colônias e quatro associações profissionais) e 153 famílias de indígenas. Ao todo, são 811 tanques-rede espalhados por 63 pontos-de-pesca licenciados junto aos órgãos ambientais.

A produção anual é de 140 toneladas de pescado, que representa 10% da produção atual do reservatório, com geração de renda declarada de R$ 750,00 por tanque-rede/ano. Mas a expectativa é que esse modelo possa alcançar uma produção de até 4.600 toneladas de peixes/ano, dentro das áreas já estabelecidas pelo zoneamento ambiental e que equivalem a menos de 0,01% da lâmina d’água do reservatório.

Estevão Martins de Souza, presidente da Associação dos Pescadores e Piscicultores de Foz do Iguaçu, conta que, graças ao programa, deixou de ser apenas um pescador e se tornou aquicultor.

Com a mudança, viu sua renda familiar melhorar bastante nos últimos anos, além da garantia de ter peixe durante quase todo o ano. Segundo ele, com a criação de pacus em 60 tanques-rede, que podem ser manejados por um único aquicultor, é possível obter uma renda de R$ 1.200,00, já descontados os custos de produção.

“É um projeto que nos ajuda e nos leva a aprender, nos ensina uma nova forma de pensar. Somos gratos de fazer parte de tudo isso”, falou Estevão.

O programa Cultivando Água Boa e suas ações já se destacaram em diversas edições do Benchmarking Ambiental Brasileiro: em 2014, o programa Coleta Solidária ficou entre as 20 melhores práticas socioambientais brasileiras; em 2013, o programa Sustentabilidade de Comunidades Indígenas ficou em segundo; em 2012, o CAB ficou em primeiro lugar no ranking Benchmarking da década, comemorando 10 anos do prêmio; em 2011, o programa Desenvolvimento Rural Sustentável ficou em primeiro lugar, posição que também foi conquistada pelo CAB em 2007.

O prêmio - Esta foi a 13ª edição do Benchmarking. Foram 28 cases de organizações certificadas para o Ranking 2015; 10 projetos de inovações verdes incluindo cinco aplicativos de controle hídrico, desenvolvidos por alunos de cursos técnicos de escolas profissionalizantes e de cursos de TI das universidades; 10 obras de arte sustentável foram expostas, duas personalidades homenageadas e um livro de gestão, BenchMais3, foi lançado.

Em 13 edições já realizadas, o Programa Benchmarking Brasil se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com uma metodologia estruturada, reconhecida pela ABNT, e participação de especialistas de vários países, o Ranking Benchmarking define e reconhece os detentores das melhores práticas de sustentabilidade do Brasil.

O programa, além do ranking, congrega outras ações de fomento a sustentabilidade como publicações, banco digital de livre acesso, encontros técnicos, feiras e congressos, entre outros.

Confira, abaixo a classificação final do ranking na edição 2015

1º     Itaipu Binacional (PR)     Mais Peixes em Nossas Águas
2º     Cargill Agrícola (SP)     Pomarola Mais Sustentável
3º     Triunfo-Transbrasiliana (SP)     Multiplicadores em Educação Ambiental
4º     Abbott (RJ)     Compostagem de Resíduos
5º     Fundação Alphaville (SP)     Programa Jovem Sustentável
6º     Ambev (SP)     Ação Coletiva para Preservar Água
7º     SABESP (SP)     Gestão da Escassez de Água
8º     ArcelorMittal Tubarão (ES)     Plano Diretor de Águas
9º     Petrobras (RJ)     Gestão Energética Predial
10º     Dana (RS)     A Reciclagem de Borracha na Dana
 

Novo voo une Puerto Iguazú à El Calafate, com escala em Buenos Aires

A partir desta quarta-feira (1°) o Aeroporto Internacional de Puerto iguazú, passa a contar com um voo para El Calafate, um dos destinos turísticos mais visitados da Argentina, com escala na capital Buenos Aires.

O voo da empresa Aerolíneas Argentina foi comemorado pelo governo, que espera uma maior demanda de turistas entre os dois destinos, com mais uma opção. Este é considerado o voo mais extenso da Argentina, atravessando praticamente todo o território.

O voo opera nas segundas, quartas, sextas e domingos, partindo de Puerto Iguazú às 8h05, chegando ao Aeroparque, em Buenos Aires, às 11h, chegando em El Calagate às 14h20.

A volta acontece 15h10, partindo do aeroporto “Cte. Armando Tola”, em El Calafate, chegando a Buenos Aires às 18h06, onde fará uma escala, deixando a capital às 19h25. A chegada em Puerto Iguazú está prevista para às 21h10.

A inauguração da nova linha aérea conta com a presença do governador de Missiones Mauricio Closs, o ministro do Turismo da Argentina, Enrique Myer, representantes das Aéreo Lines Argentinas e operadores de turismo.

El Calafate

calafate

El Calafate é uma pequena cidade localizada na província de Santa Cruz, na Argentina, próximo à fronteira com o Chile. Possui aproximadamente 21 132 habitantes. Distante cerca de 270 quilômetros da capital provincial Río Gallegos.

É a cidade mais próxima do Parque Nacional Los Glaciares, a cerca de 80 quilômetros, onde localiza-se a maior geleira em extensão horizontal do mundo: o Glaciar Perito Moreno, que encontra-se constantemente em evolução com diminuição de sua área devido ao aquecimento global. Também se localiza próximo de outra importante geleira: o Glaciar Upsala.

A maior atração é o extraordinário Parque Nacional Los Glaciares, fundado em 1937 e declarado patrimônio da humanidade em 1981. Possui extensão de 725 mil hectares. Nele, se localizam os glaciares Perito Moreno, Upsala, O’nelli, Spegazzinni, entre outros. São imponentes sentinelas de neve depositados por séculos em suas origens, no alto da cordilheira dos Andes. Descem por extensões de que chegam a 170 quilômetros.

São formados basicamente de neve compactada, possuindo milhares de nuances do branco ao azul. Na sua maioria, terminam no lago Argentino, onde se fragmentam desde farelo de gelo a grandes icebergs, descendo lentamente o leito do lago até seu derretimento. Os glaciares movem-se até um metro por dia, atritando-se violentamente com o terreno, moldando-o e lançando, no lago, sedimentos finíssimos, que ficam em suspensão na água, formando o leite dos glaciares.

Créditos: radio cultura foz.

 
 

Vereadores vão à Brasília debater cota, free shops e obras da Unila

A comissão composta pelos vereadores por Rudinei de Moura, Nilton Bobato, Paulo Cezar Queiroz e Anice Gazzaoui, chegou em Brasília na quarta-feira (28) para debater a regulamentação das lojas francas de fronteira (free shops) e manutenção da cota de 300 dólares. Os vereadores iguaçuenses se reuniram com a senadora Gleisi Hoffmann, que acompanha as negociações junto aos órgãos de controle federal. Em seguida a comissão teve uma reunião no Ministério da Fazenda/Receita Federal.

Os vereadores foram informados que técnicos da Receita Federal virão à Foz do Iguaçu antes da normatização da Lei dos Free Shops e redução da cota de compras para 150 dólares. A comissão também foi recebida pelos deputados federais Enio Verri (PT) e Eliel Machado (PT do B), que ouviram as preocupações dos representantes, sobre o impacto que a redução da cota pode trazer ao comércio da tríplice fronteira.

Sobre os free shops, a Receita Federal ressaltou que a instalação depende da criação de uma lei municipal. Até o momento, três cidades brasileiras aprovaram a Lei dos Free Shops. Ao todo, 30 municípios de fronteira poderão instalar as lojas.

O vereador Luis Queiroga, chegou à capital nesta quinta-feira, onde se juntou à comitiva iguaçuense e participou de uma reunião no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Foz receberá a XV Reunião de Ministros do Turismo do Mercosul

 

Durante os dias 15 e 16 de junho, Foz do Iguaçu receberá as principais autoridades do turismo da América do Sul, durante a XV Reunião de Ministros do Turismo do Mercosul e LIX Reunião Especializada em Turismo do Mercosul. O evento acontece no Wish Resort Golf Convention Foz do Iguaçu.

O ministro brasileiro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, participam da Reunião e continuarão na cidade para a abertura do Festival de Turismo das Cataratas, na noite do dia 17, no Recanto Park Hotel. O ministro ainda visitará Itaipu, onde conhecerá os projetos desenvolvidos pela Gestão Integrada do Turismo.

Construção da 2ª ponte entre Brasil e Paraguai começa no ano que vem

Após 22 anos de discussão, as obras da segunda ponte internacional entre Brasil e Paraguai, em Foz do Iguaçu, tem data para começar: setembro de 2016, e previsão de término em outubro de 2018. O custo é de R$ 233,4 milhões. A execução ficará a cargo do Consórcio Construbase-Cidade-Paulitec, vencedor da licitação.

O contrato e a ordem de serviço para a nova ponte, que está sendo chamada de “Ponte da Solidariedade”, foram assinados nesta quinta-feira (3) pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, em uma cerimônia no Hotel Bella Itália, em Foz do Iguaçu. A solenidade teve a participação da senadora Gleisi Hoffmann e do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Miguel Samek.

Na ocasião, o ministro também lançou oficialmente o edital para as obras de revitalização da Ponte da Amizade, publicado hoje no Diário Oficial da União.
“Esta é uma data de um simbolismo muito forte para Foz do Iguaçu e Paraguai. A ponte permitirá um transporte mais adequado entre os países, desafogando a outra fronteira entre Brasil e Paraguai”, disse Sérgio Passos. E acrescentou: “este é um compromisso que tínhamos com a cidade e viemos aqui para cumpri-lo com muita satisfação”.

Ele aproveitou o evento para anunciar a construção de um acesso viário de 15 Km entre a nova ponte e a BR-277. O objetivo é evitar a circulação de tráfego dentro da cidade.

“É uma excelente notícia que se soma a tantas outras na nossa região. Essa era uma reivindicação antiga de Foz do Iguaçu, atendida pela nossa presidente Dilma”, disse Jorge Samek.

“Para nós, é um motivo de alegria estarmos aqui comemorando esta conquista para a região”, disse a senadora Gleisi Hoffmann, que agradeceu ao apoio de Itaipu para os projetos. “Itaipu tem sido uma grande aliada ao desenvolvimento regional e do estado do Paraná”, afirmou.

Momento histórico

A solenidade, acompanhada por autoridades brasileiras e paraguaias, selou um momento histórico para os dois países. Desde 1992, o assunto fora tema de 17 reuniões da Comissão Mista Brasileiro-Paraguaia. Em 2012, uma primeira licitação havia sido lançada, mas acabou suspensa em fevereiro do ano passado para ajustes no certame.

Na cerimônia, estiveram ainda os deputados federais Assis do Couto e Osmar Serraglio; o deputado estadual Elton Welter, o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira; o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, Jorge Ernesto Pinto Fraxe; o superintendente do DNIT no Paraná, José da Silva Tiago; além de vereadores de Foz do Iguaçu.

A estrutura

A “Ponte da Solidariedade” será construída sobre o Rio Paraná, entre a cidade de Presidente Franco, no Paraguai, e Foz do Iguaçu, na região do Marco das Três Fronteiras. Ela terá 760 metros de extensão e 19 de largura.

O modelo é estaiado, ou seja, suspenso por cabos e constituído de mastros. Serão duas pistas, pavimentadas com concreto betuminoso de espessura de sete centímetros. O DNIT estima a contratação de 1.000 trabalhadores diretos no auge das obras. “A empresa poderá contratar empregados de toda região, desde que cumpra a legislação trabalhista do Brasil”, disse o diretor-geral do DNIT.

Solidariedade e Amizade

Além de promover a integração social e econômica do Mercosul e das comunidades da região de fronteira, a estrutura deve desafogar o trânsito na Ponte da Amizade, que liga Foz a Ciudad del Este. Cerca de quatro milhões de veículos por ano passam pelo local por ano, de acordo com o DNIT.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, lembrou que a nova estrutura possibilita o desenvolvimento harmônico da cidade e falou da importância dela também como um atrativo turístico a mais na região. “Haverá um impacto ao turismo, certamente”, previu Reni.

Para o prefeito de Presidente Franco, Alcides Fernandez Lopéz, a nova ponte deve ser um marco na modernização da cidade, que passará por reformulações viárias e terá um novo plano diretor para a parte rural. “Teremos uma cidade verdadeiramente planejada. Esperávamos isso há mais de 20 anos e agora só aumentará a irmandade entre brasileiros e paraguaios”, concluiu.

Em visita a Itaipu, em outubro do ano passado, a presidente Dilma Rousseff afirmou que a ponte será mais que uma estrutura física, mas um novo elo entre os países. Na ocasião, Dilma esteve com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, para anunciar a operação da linha de 500 kV, entre Itaipu e a Grande Assunção. O linhão garante mais confiança ao sistema elétrico paraguaio.
O resultado da concorrência foi anunciado em 24 de abril pelo DNIT, responsável pelo processo licitatório.

Recuperação

Inaugurada há 49 anos, a Ponte da Amizade receberá recuperação prevista no edital 346/2014, lançado hoje pelo DNIT.
A reforma prevê a instalação de barras de proteção, cobertura da passarela de pedestres, nova iluminação, pinturas, reparos em geral, substituição de elementos vedantes das juntas de dilatação e dos gradis metálicos internos e externos, e recapeamento da via. “Será uma revitalização completa ao longo dos 600 metros da ponte”, disse o diretor-geral do DNIT, Jorge Ernesto Pinto Fraxe.

O prazo para revitalização é de um ano, contados a partir da ordem de serviço. O custo não foi divulgado. “Vamos esperar a licitação para saber o investimento”, afirmou Fraxe.

O projeto de reforma e revitalização foi feito pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), cuja vice-presidência está a cargo do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek. Em março, técnicos do DNIT iniciaram a análise.

“A construção da Ponte da Amizade mudou radicalmente a paisagem da região, mas ela estava ‘estrangulada’, tamanho foi o crescimento do fluxo para atender a exportação agrícola e o turismo”, disse Jorge Samek. “E não é só a Ponte da Amizade, mas todo entorno será beneficiado com as duas obras”.

www.radioculturafoz.com.br/foz-recebera-a-xv-reuniao-de-ministros-do-turismo-do-mercosul/#.VX3uyflVhBc